O fator Messias

Por: João Victor Castro

SERIA LULA O VERDADEIRO MESSIAS OU APENAS NOS ACOSTUMAMOS COM A INCAPACIDADE DE JAIR?

Essa pergunta, claro, poderia até ser retórica se a resposta se aproximasse de duas confirmações! De fato, a força de um estadista – a nova palavra da moda – não pode ser comparada com a do outro. Seria como tentar comparar picanha e cerveja com pão ao leite condensado, embora um faça bem mais sentido, há quem goste do outro.

Messias, o assim batizado no cartório, possui um discurso enraizado em nada, acompanhado de uma fundamentação baseada no raso, levando ao inexistente, dessa forma, conquistando milhões, com razão, afinal, em tempos de guerra, mentira vira terra.

Já Inácio, desde que era só operário, longe de sítios e tríplex, sabia (e continua sabendo) que se mentira é terra, fome é tormento. E como bom pai do Fome Zero, preencheu mais uma lacuna que estava às soltas por essas bandas desde 2014.

Tanto, que sua real volta ao jogo político (que pode ser parcial) mexeu com tudo: do mercado à bolsa; da mídia aos opositores; dos comunistas aos liberais; do Supremo às pequenas causas; de nós, mortais, ao Bolsonaro, seu governo e sua família que, como mágica, passou a ser fã de vacinas e a usar máscara. E tá certo, já que é quando a água bate nos fundilhos que se aprende a nadar. 

A resposta do início deste texto? Pode até ser intrapessoal, eu vou preferir assim, afinal, a minha veio sozinha, embasada em muita coisa, inclusive na história. E a sua: nasce da mentira de falsos Messias?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s